03 abril 2016

Algo sobre um desabafo




Eu não sei o que eu tenho tentado me acostumado mais: com o caos dessa cidade agitada ou com o fim de um relacionamento. Eu sei que venho tentando lidar com os dois, em meio a decisões importantes e um começo de ano bem improvável. Engraçado como esse ano que mal começou já me rendeu tanta coisa. Talvez porque seja o começo de uma vida fora da zona de conforto, fora daquela bolha que a gente se protege por tantos anos, longe do ensino médio e da minha antiga rotina.
Alguma vezes me pergunto se fiz as escolhas certas nesse momento. Mas com esse fevereiro que parece que durou um ano inteirinho, cheio de ansiedade e choros no meio da noite por causa de decepções, e um março cheio de surpresas, meu nome na lista de aprovados e outra lista de coisas pra fazer eu só sei que tenho que saber lidar com as minhas próprias decisões.
Parece mais um desabafo, mas o que eu tenho percebido é que as vezes as pessoas só querem de algum jeito jogar pra fora tudo o que sufoca. O homem no metrô contou sobre sua vida.
Mas algumas coisas nunca mudam. Eu coloca a mesma playlist pra tocar.
E então tem a faculdade, a necessidade de um café pra aguentar um dia inteirinho agitado, o despertador tocando ás 4h30 da manhã (manhã?) o dinheiro pra xerox na faculdade, as longas filas de espera, a gastrite gritando, a mensagem do ex, o remédio pra dor de cabeça que sempre esqueço, a chuva, o guarda-chuva que ficou em casa, os currículos, os trabalhos pra entregar, o trem que demora, os planos anotados na agenda e até a terapia de quarta-feira.
Voltarei com a yoga e preciso ver o pôr do sol pelo menos algumas vezes na semana.





6 comentários:

  1. Acho que nenhum de nós esta acostumados a essas mudanças repentinas, por mais que nos preparemos para elas e as vezes essas mudanças nos castigam o corpo e as vezes a alma, mas temos que saber lidar com elas da melhor forma, por que no final tudo pelo que passamos lá na frente vai fazer sentido.
    neversaynever-believe.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Verdade! Temos que saber lidar da melhor forma. Obrigada pela visita, beijos <3

      Excluir
  2. Oi, Gabriela!
    Nossa, super me identifiquei com esse texto. O início do ano não foi nem um pouco satisfatório para mim. Enfrentei e ainda tenho enfrentado alguns perrengues. Mas tudo vai passar, tenho fé.
    É difícil lidar com mudanças, mas elas são necessárias e acontecem dia após dia.
    Abraço!

    "Palavras ao Vento..."
    www.leandro-de-lira.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, obrigada pela sua visita aqui, com certeza vai passar os perrengues da vida! Volte sempre, abraço <3

      Excluir
  3. Olá, Gabriela! Tudo bem?
    Gostei bastante do seu texto/desabafo, não tem como não se identificar. Eu espero que tudo se resolva, ou que ao menos você aprenda a lidar, infelizmente crescer implica em aprender a lidar e lutar para mudar esse tipo de coisa.
    Espero boa sorte no próximo amor que venha a viver, e que se caso venha a dar errado que seja de uma forma menos decepcionante. Também espero que dê tudo certo na faculdade e demais projetos que venha a encarar.

    (Não sei se enviei outro comentário antes desse, pois minha net caiu e optei por mandar esse também. Enfim.)

    Até mais. http://realidadecaotica.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá! Com certeza, isso faz parte para amadurecermos sempre! Obrigada, que tudo dê certo pra ti também! Obrigada pela visita aqui e volte sempre. Abraços <3

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...