27 março 2014

Os motivos pelo qual tanto amo Clarice Lispector

Quando li Clarice pela primeira vez foi um choque. Já tinha ouvido falar da tal escritora tão citável e conhecida, mas ler um livro dela, foi uma experiencia completamente diferente do que apenas ler frases soltas em redes sociais. Ler Clarice, é um passeio dentro de si mesmo. 
Gostaria de saber os reais motivos pelo quais me levaram até a biblioteca da escola procurar por A hora da estrela, mas eu apenas procurei o livro na prateleira, e o li. Só. Não tinha visto resenhas anteriormente, nem sabia sobre o que se tratava, havia apenas uma vontade forasteira de ler Clarice. 
E então a paixão foi de imediato. Logo nas primeiras páginas, a identificação foi gritante, era como se deparar comigo mesma em cada frase profunda sobre sentimentos, ou sobre a vida. A literatura intimista de Clarice me acertou. Os livros dela me agradam não só na forma que é escrito, mas as personagens, sempre do sexo feminino, mulheres reais, não heroínas perfeitas, mas mulheres como nós com defeitos e inseguranças. E os cenários, tão habituais, que mostram a nossa realidade de frente. E, principalmente, a dúvida, a indecisão e o psicológico complexo presente nas histórias.
No entanto, não só os livros de Clarice que me atraem. A própria Clarice me instiga. Pesquisei, e li muito sobre quem ela foi, e nunca consigo chegar a uma conclusão sobre a verdadeira Lispector, talvez porque ela nunca deixava ser desvendada por inteiro. Nisso eu também me identifico, o mistério de Clarice não era proposital, era apenas ela em sua maneira “tímida e ousada” de ser, como ela mesma se definiu. Mas a tristeza de Clarice estava tão estampada em seu rosto, como o delineador que ela usava rente aos cílios, talvez Clarice fosse triste por ser avançada de seu tempo, por seus questionamentos existências tão mostrados em seus personagens, a forma como Clarice escreve eles parecendo um sopro de vida, um grito de revolta, mas no fim só uma forma de se expressar, desabrochar. Escrevendo. E mesmo negando, ela não nos convenceu, pelo menos não a mim. Ela era solitária. Não de companhia, mas de alma, e eu a compreendo. Ela era solitária porque precisava desse isolamento para se encontrar, talvez nem todos a preenchia, mesmo seus hiatos sendo tão profundos e dolorosos, esse silêncio era necessário.
De longe, Clarice Lispector é minha escritora preferida. Não só escritora, mas uma inspiração. E os motivos de algumas pessoas, e até mesmo professores, se incomodarem tanto com sua literatura, seja porque Clarice fala com o coração e com a alma, requer mais sentimento e entrega do que inteligência, ela ultrapassou todo esse entendimento para escrever sobre o que todos vivem tentando desvendar, o próprio ser. 
Não tem como resumir em um post alguns dos motivos pelo qual tanto amo Clarice, e talvez ela nem seja a leitura que eu saia por aí recomendando, porque como eu já ouvi falar uma vez, não é qualquer um que lê e entende Clarice. “Um leitor de Clarice não anda, flutua.” E falar sobre ela, é incerto, porque como ela mesma disse “Tudo é tão incerto.”




14 comentários:

  1. Nunca li Clarice mas confesso que agora me deu muita vontade de correr para procurar qualquer livro dela.
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Amiga ótima resenha ela é uma escritora maravilhosa.
    Blog: http://arrasandonobatomvermelho.blogspot.com.br
    Canal de youtube: http://www.youtube.com/NekitaReis

    ResponderExcluir
  3. Olá, tudo bom?
    Clarice Lispector é realmente uma escritora que admiro muito.
    Cazuza adorava musicalizar seus poemas!
    Passando pra retribuir sua visita!
    Volte sempre <3
    | Blog Espinha Punk ! | Facebook | Twitter | Instagram |

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cazuza também era um leitor apaixonado por Clarice <3
      Esses dois ficaram para sempre!
      Obrigada pela visita.

      Excluir
  4. Eu não sou muito fã dos textos dela, são muito confusos, mas admiro ela pela sua história

    Beijoos, Ana Carolina
    http://simplesglamour.blogspot.com
    Instagram e Twitter: @simplesglamour

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Realmente os textos dela não são fáceis!
      Volte sempre.

      Excluir
  5. nunca li nada dela, mas tenho muita vontade, tem várias citações dela que eu adoro!
    beijos, E.
    http://apenasmaisumaxicaradecafe.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. As citações dela são bem conhecidas!
      Obrigada pela visita :)

      Excluir
  6. Oi, Carolina!
    É sempre bom quando nos identificamos com um autor e seus livros.
    "Conheci" Clarice vendo suas tão famosas citações, e descobri um pouco mais sobre ela quando estudei o modernismo, e então me interessei por ela.
    Quero muito ler A hora da Estrela, e quem sabe conhecer de fato a escritora.

    Beijos,
    Gabriella Suzart
    http://mbgsuzart1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, Gabriella!
      Quando estudamos sobre o período literário modernismo vemos mesmo algo sobre Clarice, já que seus livros são característicos dessa época! Espero que você leia A hora da estrela!
      Beijos.

      Excluir
  7. Ainda não li nenhum livro dela, não costumo gostar muito de poesias e estórias que precisam "flutuar", acho que não sou muito boa pra isso, e acabo não gostando muito desse tipo de leitura, mas ainda quero ler um livro da Clarice pra tirar minha conclusão.♥

    PiinkCookie.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gostos literários são realmente muito peculiares!
      Leia sim Laura ♥

      Excluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...