02 janeiro 2014

Encontro com a insegurança

Uma tarde, pulmões inflando, olhos entreabertos. Aquelas perguntas estavam me olhando, eu as olhei de volta e dessa vez foi sem promessas, sem respostas. Era a insegurança tentando mostrar as caras mais uma vez? Uma passagem de ano, um ano novo, foi tudo que eu deixei acontecer.
Toda essa complexidade me atraiu. Quem foi que disse que prefere as coisas quebradas? Pois, bem, eu te entendo. Tenho medo de algo que esteja novo em folha, porque eu só sei rabiscar. E foi um rabisco que eu fiz nas paredes do meu coração, elas estavam pintadas de branco até eu tentar fazer aquarela. Mas esqueci que também chove aqui, dentro de mim, e não é possível pintar as paredes sem que elas borrem depois. Mas, alguém também me disse, que qualquer um pode brincar de pintor.
Uma noite, uma fagulha de esperança, olhos bem abertos. Dessa vez a insegurança atravessou a porta, ela sempre volta depois de uma tempestade, porque ela adora um corpo molhado, que não foge de chuvas fortes. Ela se agitava, tentei acalmá-la, fez de mim de gato e sapato, porque de perto, confesso, sou frágil. Eu me servi de chá quente, a insegurança sentou ao meu lado, o vapor se fundiu, o chá esfriou, e ainda erámos eu e ela, somente. Mas esse é um encontro que você torce para terminar.
Agora é sem procrastinação, vamos ver o que acontece. A melodia continua, é só entrar no ritmo e dançar com seus medos, cantar com seus medos. Dizem por aí que quem canta seus males espanta.
E vai dançando. E nesse passar o que acontece com o corpo? Envelheci. O que acontece com a mutação do tempo, os anos? Passam. O que acontece com as almas, os sonhos? Vivem. O que acontece com um encontro com a insegurança quando um dia claro e uma nova chance vêm chegando? Termina.
 
 

18 comentários:

  1. Metáforas <3 texto excelente.

    ResponderExcluir
  2. Bem profundo!
    Me identifiquei em algumas partes...
    Estou sem palavras, e como disse o anônimo acima, está cheio de metáforas.

    Beijos,
    Gabriella Suzart
    http://mbgsuzart1.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá, muito obrigada pela visita! Fico muito contente que você tenha gostado <3
      Volte sempre!

      Excluir
  3. Vindo retribuir a visitinha e já amei seu blog, que cantinho lindo e aconchegante. E que texto lindo hein, adorei tudo por aqui *-*

    http://devaneiosdeuma-adolescente.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seja bem-vinda, obrigada o blog é feito com muito carinho para realmente
      passar essa imagem de "aconchegante" obrigada por ler meu texto!
      Volte sempre *-*

      Excluir
  4. Meu Deus! Você escreve muito bem! Achei o texto muito profundo e muito bem escrito! Me identifiquei bastante, pois sou bem tímida, então "insegurança" é o meu nome do meio, rs. Amei o texto e blog, viu? Beijos!
    livrosnaprateleirablog.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito Obrigada Amanda, é muito legal para mim saber que você gostou e se identificou com meu texto! Realmente a insegurança anda de mãos dadas com a timidez. Beijos
      Volte Sempre <3

      Excluir
  5. Adorei seu texto flor! Você tem talento, de verdade!

    Beijos
    http://escolhasliterarias.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Seu comentário me deixou contente, obrigada mesmo <3

      Excluir
  6. adorei o texto, parabéns muito bem escrito o/
    acervo-de-livros.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. que lindo texto! adorei mesmo..

    http://www.querodemorango.com/

    ResponderExcluir
  8. Boa tarde, tudo bem?
    Estava perambulando pelo mundo dos blogs e encontrei o seu.
    Não conseguigo seguir seu blog :/
    Adorei o texto.
    Ah, a insegurança...
    Se der, visita meu blog?
    www.espinhapunk.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Thamiris!
      Obrigada pela visita, nós não temos mais o "gadget" de seguir, então não é mais possível :/
      Ah, obrigada por ler o texto, vou dar uma passadinha no seu blog.
      Volte sempre!

      Excluir
  9. Oi, Carol!

    Que texto liiiiiiiindo, socorro! Você conseguiu me arrebatar com suas palavras, parabéns! <3

    Beijos,

    Natalia Leal
    http://www.paginas-encantadas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Oi, Natalia!
    Muito obrigada, mesmo! É a minha intenção, usar as palavras para provocar
    algo em que lê, afinal o que eu sinto pode ser o que muita gente sente, né?
    Que bom que eu consegui fazer isso com você :)
    Obrigada pelo comentário, e pela visita!
    É sempre bem-vinda, beijos <3

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...